Dúvidas - O OLHO HUMANO
 

O olho humano funciona como uma câmara fotográfica, ao observarmos um objeto a imagem atravessa a córnea e ao chegar à íris, atravessa sua abertura, a pupila, que regula a quantidade de luz recebida por nós, se continua através do cristalino e vítreo até atingir a retina no fundo do olho. A quantidade de luz que penetra no olho está relacionada ao tamanho do orifício pupilar, ou seja, quanto maior for o orifício mais luz entra no olho, isto corresponde a afirmar que em ambientes com muita luz a pupila diminui seu diâmetro e em ambientes mais escuros se dilata para captar uma quantidade de luz suficiente para formar a imagem. Após a pupila, a imagem atravessa o cristalino e vítreo e finalmente é projetada sobre a retina com ou sem foco, dependendo se a pessoa necessite ou não de ser corrigido (necessite ou não de usar lentes). Na retina a imagem produzida está invertida, porém o cérebro a converte para a posição correta. É na retina que mais de cem milhões de células fotorreceptoras transformam as ondas luminosas (imagem) em impulsos eletroquímicos, que são decodificados pelo cérebro.
Foi Inspirado no funcionamento do olho que o homem inventou a máquina fotográfica, daí a comparação inicial. Logo, comparando: no olho humano a córnea funciona como a lente da câmera, permitindo a entrada de luz no olho, a pupila como o diafragma da máquina controlando a quantidade de luz que entre no olho e a retina ao filme fotográfico, que recebe a impressão da imagem observada no exterior.

CÍLIOS:
São os pêlos localizados nas bordas das pálpebras que têm a função de proteger o olho de materiais em suspensão no ar, como a poeira e do suor que possa existir no rosto.

SUPERCÍLIOS:
Os Supercílios ou sobrancelhas são pelos que estão acima dos cílios na borda inferior do osso frontal e que têm as mesmas finalidades dos cílios. Estes também são importantes na estética facial.

PALPEBRAS:
As Pálpebras são anexos dos olhos, existe a Superior, mais extensa (tem mais tecido) e a Inferior, menos extensa. A função da pálpebra é de proteção mecânica do globo ocular e possui diversas características e fisiologia própria que são muito importantes para os olhos.

CONJUNTIVA:
Membrana transparente que reveste a parte anterior do olho, exceto a córnea, e a superfície interina das pálpebras. Sua função é de proteção e por ser tranparente nos parece branca no globo ocular (conjuntiva bulbar) e vermelha nas pálpebras (conjuntiva tarsal ou bulbar).

CÓRNEA:
É o tecido transparente na parte anterior do olho. Seu formato pode determinar graus e com o cristalino, a córnea ajusta o foco da imagem no olho. A Córnea é transparente por não possuir vasos sanguíneos e pode ser doada para salvar a visão de outra pessoa após a pessoa falecer.

IRIS:
É a estrutura atrás da córnea que confere a "cor dos olhos". A Íris pode ser azul, verde, marrom e outros tons intermediários. A íris funciona como um diafragma e possui um orifício central chamado Pupila que modifica seu formato de acordo a luz do ambiente. É a Pupila que é "dilatada" durante o exame oftalmológico, quando necessário.

CRISTALINO:
O Cristalino ou Lente está atrás da Íris e pupila. Ë globoso, flexível e transparente e é o responsável, junto com a Córnea, pelo ajuste do foco da imagem. Quando esta flexibilidade diminui ocorre a Presbiopia ou Vistas Cansadas e quando a transparência diminui ocorre a Catarata (opacificação do Cristalino), que é tanto maior quanto maior opacificação. A catarata é a maior causa de cegueira tratável no mundo.

ESCLERA:
A Esclera é o esqueleto do olho, é uma túnica branca que envolve todo olho e o protege, também considerada a camada mais externa do olho. A Esclera também pode ser doada para transplante por ser um tecido viável para várias situações na medicina. Juntamente com o vítreo é a responsável pela manutenção do formato do olho.

CORPO CILIAR:
Está localizado atrás da íris. O corpo Ciliar é responsável pela formação do humor aquoso (liquido que preenche o a parte anterior do olho) e pela capacidade de acomodação, ou seja, mobilidade do cristalino.

CORÓIDE:
A Coróide é a camada média do globo ocular. É formada por uma vasta rede de vasos sangüíneos que supre a retina de oxigênio e outros nutrientes. A Coróide é vermelha pela presença dos vasos sanguíneos e por isso o Fundo do Olho é vermelho.

VÍTREO:
O Vítreo é uma estrutura gelatinosa que preenche o globo ocular atrás do Cristalino. É Transparente e responsável pela manutenção do formato do olho junto com a esclera.

RETINA:
É a camada posterior do olho. Na Retina ocorre a impressão da imagem que focamos no exterior. É uma membrana transparente que reveste o fundo de olho e possui as terminações nervosas chamadas cones e bastonetes que recebem o estimulo luminoso e o conduz como estímulo nervoso até formar o Nervo Ótico que leva a imagem ao nosso cérebro.

NERVO ÓTICO:
O nervo ótico inicia na Papila ou Disco Ótico e é o resultado da congregação dos feixes nervosos que se iniciam na retina. O Nervo Ótico leva o estimulo visual ao cérebro para ser interpretado como visão.

 
 
 
   
Rua Santa Luzia, nº 58
Bairro: Centro
(79)3211-3647
(79)3211-6410
Aracaju-SE